Distúrbios do Sono

Você precisa de terapia!

Não, isso não é uma ofensa. A ideia mais comum de grande parte das pessoas que nunca tiveram contato com um terapeuta, é acreditar que terapia é para pessoas problemáticas ou até “loucas”. Há também quem pense que não precisa pagar um profissional para te ouvir, quando se tem amigos com quem se pode “desabafar de graça”.

 

Acho que a maneira mais verdadeira que tenho para tratar deste assunto é contando a minha experiência pessoal. Confesso que eu mesma pensava dessa forma completamente equivocada quando eu era criança. Até que a minha carreira acadêmica me proporcionou um contato mais direto com a área, me fazendo observar mais de perto do que realmente se trata a tal terapia. Tive a oportunidade de ver uma terapeuta de família atuando e fiquei encantada.

Tive uma conversa com uma colega de plantão que comentou que fazia terapia e lhe perguntei qual foi o efeito que ela viu. E ela me disse que aquele processo tinha lhe feito tão bem que mudara sua vida. Provavelmente minha colega não sabe (até hoje) da importância que aquela conversa despretensiosa teve pra mim. Foi aí que resolvi experimentar. 

 

Fui lá, no consultório daquela terapeuta de família que conheci e me inspirou confiança. Tinha um local pra gente sentar ou deitar, almofadas, uma varanda com plantas e uma caixinha de lenços de papel. Lá estava eu já falando de minhas culpas, do que parecia confuso e eu tinha dificuldade em mudar. E foi assim que já se deram meus 6 anos de terapia. 

 

Se me perguntam hoje, falo com boca cheia (sentindo orgulho de mim). Fiz e recomendo! Terapia é, de fato, para os fortes. Para aqueles que resolveram deixar a ferida à mostra para deixar que uma possível infecção seja tratada, para que ela possa começar a cicatrizar. Ela não vai desaparecer e, provavelmente, vai ficar uma cicatriz, mas tem a possibilidade de não ser mais ferida sangrante. E não é realmente admirável esse processo? Confesso que sou fã dele, me sinto feliz em poder acompanhar pessoas que estão tentando melhorar. 

 

Viveríamos melhor se entendêssemos mais como nossa cabeça funciona, se ganhássemos novas perspectivas de como avaliar uma mesma situação. Se entendêssemos quais são nossos calos, nossas dificuldades e o que fazer com elas. O bom terapeuta não lhe dará soluções. Mas vai ajudar você a encontrá-las. Só nós mesmos temos o poder de nos modificar e saber o que é melhor pra nós. Não mudamos ninguém. E esse foi um dos meus maiores aprendizados.

 

A importância de se fazer terapia é muitas vezes descoberta quando o paciente tem uma queixa de sono. Quando a pessoa chega ao meu consultório com uma queixa de sono e são detectadas questões existenciais ou conflitos interpessoais importantes, a realização de psicoterapia é de fundamental relevância para o sucesso do tratamento. 

 

Se você precisa de terapia? Acho que a melhor resposta é uma nova pergunta: Por que não?